• Daniel Faulin

Separamos cinco dicas essenciais para um bom planejamento de branding e comunicação no B2B


Meta clara alinhada com o propósito e a estratégia da empresa

Não existe coisa pior do que gastar energia, tempo e dinheiro em ações pouco representativas ou nada estratégicas para a empresa. Pois é, mas isso acontece muito por aí. Um dos motivos pode ser a falta de alinhamento entre os objetivos da liderança e o time de marketing ou comunicação - e aí, é ruído enorme e na certa. Outro ponto importante é a falta de clareza de como a empresa gostaria de se posicionar no mercado. Em outras palavras, um bom planejamento começa com metas possíveis, time correto, investimento adequado e liderança presente.


Budget definido para o ano ou período

Parece clichê, mas definir um orçamento é fundamental para dar início a qualquer planejamento. Importante colocar nessa previsão todos os investimentos necessários para atingir a meta com sucesso - e lembre-se: nem sempre o caminho mais curto e mais barato é o ideal para o negócio. Um bom budget começa com o cálculo de time, exposição de marca, tecnologia e comunicação da empresa com o mercado. Faça uma planilha completa, considerando tudo o que precisará ao longo do projeto, por exemplo: equipe, Google Ads, Social Ads, mídia paga, feiras e eventos, plataformas digitais, agências, gráficas, brindes, imprensa e muito mais. Definição de canais importantes para o negócio (on e off) Vivemos um boom do digital em nossas vidas, mas não adianta querer estar em todos os lugares. É importante compreender onde faz mais sentido o seu negócio marcar presença. Para o B2B, um mercado de muito relacionamento, a dica é mapear o público e compreender se a marca está presente nos canais que ele consome. Para ser mais assertivo, faça uma pesquisa com os clientes e também siga seus concorrentes. Parece ser simples, mas é um exercício que exige dedicação e precisa ser feito constantemente, pois assim é possível acompanhar o movimento e ficar por dentro das novas mídias sociais e canais. Um escolhido para a agência Definir uma única pessoa que vai ser a interface entre empresa e agência é essencial para construir uma relação mútua de experiência positiva. Isso gera proximidade, intimidade com os processos e garante mais fluidez nos briefings, aprovações (ideias e materiais), feedback de artes, alinhamento de projetos, e muito mais. Aquela expressão “cachorro que tem mais de um dono morre de fome” é muito verdade, pois o dia a dia consome o tempo que deveria ser dedicado para realizar tais compromissos com a agência. Outro item a ser avaliado: importante a pessoa ter noções básicas de marketing e comunicação, pois isso facilitará a interação e trará bons frutos a longo prazo. Novidades para o mercado É importante que o negócio B2B sempre tenha alguma coisa bacana para comunicar ao mercado. Estamos entediados com tantas informações rasas e mais do mesmo. Para fugir disso, pense: quais produtos ou serviços podem ser lançados durante o período? Conseguimos buscar tendências e entregar um conteúdo rico para os clientes? Se não tiver nenhuma novidade de produtos ou serviços, tudo bem, siga na outra direção e pense em campanhas institucionais, endomarketing, sustentabilidade e outras ações que a empresa faz, mas não comunica. O mercado B2B é muito amplo, então mostre quais são seus diferenciais competitivos.


15 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Participe do nosso universo

e receba nossa news...

Nossa Casa

Rua Paracatu, 309   •   Saúde

São Paulo Brasil    •   CEP 04302-020

Fale Conosco

oi@neurona.com.br

+55 11 2338-3898      •      +55 11 2338-6138

-

Política de privacidade e cookies     •      Neurona Marcas Inteligentes © 2009 - 2021

  • Ícone cinza LinkedIn
  • Instagram
  • Facebook
logo-neurona.jpg